logo
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
  • An Image Slideshow
MUSEU
COLECÇÕES
EXPOSIÇÕES
SERVIÇOS E ACTIVIDADES
LOJA
NOVIDADES
INFORMAÇÕES

Newsletter




Autenticação

Partilhar

Facebook Image

 Google Arts & Culture

.:: KVAR Ensemble PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2020 // 18:00 h
12-11-2020

KVAR Ensemble Recital do KVAR Ensemble, quarteto formado por Sara Llano (violino), Madalena Melo (viola), Nuno Cardoso (violoncelo) e Duarte Pereira Martins (piano). Recital de celebração dos 250 anos do nascimento de Ludwig van Beethoven no dia preciso em que este faria anos. Organização: Associação dos Amigos do Museu Nacional da Música. Bilhetes - Normal 5,00 / Sócio - 3,00, mediante reserva prévia.

 

Ludwig van Beethoven dispensa apresentações: celebramos este ano os 250 anos do nascimento de um dos maiores génios da História da Música. Neste programa comemorativo, o KVAR Ensemble propõe a redescoberta de duas obras para uma formação de câmara pouco visitada pelo compositor. O primeiro quarteto com piano apresentado, obra de juventude – e por isso sem número de opus – composta apenas aos 15 anos, revela a sua dívida aos (seus) mestres clássicos, transparecendo já, em alguns rasgos, uma índole que viria mais tarde a perceber-se como precursora do Romantismo. Já o Quarteto em Mi bemol maior, op. 16, inicialmente criado como quinteto de sopros com piano, foi revisto em 1810, no final do chamado “período heróico” beethoveniano, precisamente no ano em que, por exemplo, escreveu a famosa canção “para Elisa”.

 

A lotação da sala será restringida às primeiras 20 pessoas que fizerem a sua reserva por email ( Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ) ou telefone (217710990, das 11 h às 17 h). Apenas as reservas efetuadas através destes dois contactos serão consideradas válidas.

 

O uso de máscara é obrigatório e estarão garantidas todas as normas de distanciamento social e higienização do espaço.

 

 

PROGRAMA

 

LUDWIG VAN BEETHOVEN (1770-1827)

 

Quarteto em Dó maior, WoO 36, n.º 3 (1785)
I. Allegro vivace
II. Adagio com espressione
III. Rondo: Allegro

 

Quarteto em Mi bemol maior, op. 16 (1796-1810)
I. Grave – Allegro, ma non troppo
II. Andante cantabile
III. Allegro, ma non troppo

 


NOTAS DE PROGRAMA
Madalena Melo | Outubro 2020

 

A 17 de Dezembro de 2020, comemoram-se 250 anos do nascimento de Ludwig van Beethoven. O Kvar Ensemble assinala esta data com um concerto dedicado ao compositor, no qual se poderão ouvir duas obras para quarteto com piano: o Quarteto n.º 3, em dó maior, WoO 36, e o Quarteto em mi bemol maior, Op. 16.

 

O Quarteto n.º 3, em dó maior, foi escrito em 1785, quando Beethoven tinha apenas quinze anos. O quarteto com piano — formação de câmara constituída por violino, viola, violoncelo e piano — tinha sido até então pouco explorado pelos compositores, e o jovem Beethoven foi certamente influenciado pelo primeiro quarteto composto por Mozart no mesmo ano. Sendo embora uma obra de juventude, este quarteto inclui fragmentos temáticos que Beethoven viria a usar posteriormente nas sonatas para piano Op. 2, n.º 1, em fá maior, e n.º 3, em dó maior. De entre os três quartetos com piano que constituem o conjunto WoO 36, o n.º 3 é, sem dúvida, aquele cuja escrita revela maior maturidade. Contudo, apesar de se verificar já alguma emancipação nas partes do violino e da viola, o violoncelo ainda surge maioritariamente como uma amplificação da mão esquerda do piano.

 

O Quarteto em mi bemol maior, Op. 16, é uma transcrição do Quinteto em mi bemol maior para piano, oboé, clarinete, fagote e trompa, e data de 1796. A versão para quarteto com piano, realizada pelo próprio compositor, é, contudo, mais do que uma simples transcrição; trata-se mais precisamente de uma reformulação cuidada, com alterações que tiram partido das características dos instrumentos de corda e pequenas modificações na parte de piano (e.g., no último andamento), que conferem um charme especial à música. Acredita-se que a transcrição tenha sido concebida com o intuito de tornar esta obra também acessível aos agrupamentos de piano e cordas amadores que proliferavam em Viena naquela época. Neste quarteto, mais arrojado e ambicioso, do terceiro período de composição de Beethoven, escutamos já uma generosa distribuição temática por todos os instrumentos.

 


CICLO LUDWIG VAN BEETHOVEN

 

:: 13 Nov. - Fernanda Canaud

:: 11 Dez. - Taíssa Cunha

:: 17 Dez. - KVAR Ensemble

:: 15 Jan. - Duo Preto no Branco

 

AGENDA

Dezembro 2020 Janeiro 2021 Fevereiro 2021
Do Se Te Qu Qu Se
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31